27 de ago de 2010

UM TIRO EM RICHARD KERN...


Quando o meu amigo Marcelo Finateli me deu LUNCHBOX pra assistir num sei se considerei Richard Kern um Cineasta, CINEAAAASTAA... Mas sabia que por detrás de toda aquela balburdia punk rock, havia algo a ser descoberto por mim.



Richard Kern, é um cineasta e fotógrafo de Nova Iorque. Formado na Universidade da Carolina do Norte, Chappel Hill, no efevervecente ano de 1977, quando o curso de Belas Artes de lá, formou um punhadooo de feras, Richard Kern começou no no mundo da Fotografia, muioto influenciado por suas taras e pelo pai que era um fotógrafo e editor de jornal, além de tremendo putão, exterminador de vizinhas gostosas, do Brooklin. Aprendeu com o véio, como usar a sala escura, também para revelar foto vá...



No começo dos anos 80, Kern começou a ser reconhecido no meio artístico com o sucesso do movimento cultural alternativo do bairro nova iorquino East Village, no qual participou com filmes de curta-metragem experimentais de putaria, umas fodelancia da porra, com a participação de personalidades do rock garajão podre da época como, Lydia Lunch e Henry Rollins.



Tomando a mesma abordagem estética e temática dos músicos com quem se relacionava, os artistas do chamado movimento NO WAVE em seus primeiros trabalhos demonstram um profundo interesse nos extremos do sexo, violência e perversão, numa ótica às vezes sarcástica, às vezes alucinada. Kern é considerado um dos principais cineastas do movimento cinematográfico Cinema de Transgressão.



Em 1985 passa a dirigir esporadicamente vídeo-clipes de bandas de rock como um tal Marilynn Mansom, The Breeders e uns moleques do tal Sonic Youth.

Nesse mesmo prodigioso ano lança o filme You Killed Me First , considerado responsável pela primeira exposição da futuro ícone underground da California Lung Leg, conhecida também por posar como modelo para a capa do aclamado disco EVOL, da banda Sonic Youth.

Nos anos 90, Kern dedicou-se quase que exclusivamen à fotografia, trabalhando com modelos femininos e abordando constantemente o fetichismo, sadomasoquismo e o glamour envolto nos lixos como seu livro , o New York Girl, refletindo de certa forma os mesmos interesses de suas antigas obras cinematográficas.



Eisssssssssssss que agora o canal multshow exibe diariamente A SHOT BY KERN, um programa, que mostra a forma como o puto-mor de nova iorque, trabalha. Passa todos os dias assss 23:30h e recomendo que se de uma olhada. Por hora assistam o premiadissimo curta STRAY DOGS, um marco no cinema experimentallll...







Nenhum comentário: